terça-feira, 21 de novembro de 2006

Gabinete de Comunicação de férias?


A TSF noticiou que o Governo achou infelizes as declarações da Oposição sobre o encontro de José Sócrates e alguns ministros com o novo Procurador, noticiada pelo Sol. Terá sido uma mera reunião para avaliação dos meios de actuação contra a corrupção.
Isso explicaria a presença do Ministro da Justiça.
Mas o que estaria então lá a fazer o Ministro das Finanças?

6 comentários:

Francisco C. Campos disse...

Claro que o Ministro das Finanças só lá estava porque estava a tomar café perto de S. Bento e o Sócrates encontrou-o, convidando-o para beber um bagaço com o Procurador...

Anónimo disse...

Será que o telefone do Procurador estará também sob escuta, para podermos confirmar a combinação?

AndRocPinho disse...

A TSF ou o Sol devem ter confundido isto tudo. Queriam dizer que a reunião até foi para ver se o procurador já tinha feito mais alguma coisa para além de tentar aprovar o nome do seu n.2. Isso de conversarem sobre se tem a mobília adequada no gabinete ou funcionários suficientes, são pormenores que não iam fazer perder tempo a tanta gente tão ocupada, muito menos discutir se Pinto Monteiro precisa que se mude uma lei aqui ou um regulamento ali ou se acha que devíamos ter duas ou três polícias judiciárias. Nem este tipo de coisas são para ser combinadas em reuniões privadas, porque já sabemos que todos respeitam os poderes da AR e acham que o Presidente tem que liderar estas coisas da corrupção!

B@ptista disse...

É tudo bons rapazes, o povo é sereno e isto foi só fumaça...

O primo Basílio disse...

Afinal, parece que houve alguma irresponsabilidade em não convocar outros ministros! Porque não estava lá o Ministro Lino? poderia ser preciso uma auto-estradasita mais rápida para o Sr. Procurador e a sua equipe se movimentarem melhor no combate anti-máfia. E o Ministro Gago e mais o Ministro Pinho? se calhar fizeram falta porque o Procurador talvez tenha pedido daqueles apetrechos tecnológicos que desenrascam o James Bond em qualquer aflição? Ou o Ministro Amado dos Negócios Estrangeiros, que poderia sugerir subcontratar a CIA ou a Mossad para certas investigações.
NÂO TERIA SIDO MAIS EFICAZ UMA REUNIÃO COM O GOVERNO TODO PARA DISCUTIR AS CONDIÇÔES DE COMBATE À CORRUPÇÃO?

PPJ disse...

PPJ: há muitos que procuram...!